Jornal Aliança

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Notícias Social 1ª Caminha do Idoso comemora marco histórico

1ª Caminha do Idoso comemora marco histórico

E-mail

 

O Conselho Municipal dos Direitos do Idoso de Cesário Lange (SP) vai promover na próxima segunda-feira dia 2 de outubro a 1ª Caminhada do Idoso, em comemoração à promulgação do Estatuto do Idoso, Lei 10.741 de 01/10/2003. O evento iniciará na Praça Matriz às 7h com alongamento que será coordenado pelo professor Everton Soares em direção ao caminhodromo (biquinha). Venha participar, sua presença será muito importante.

Promulgada em 1º de outubro de 2003, a lei nº 10.741 estabeleceu a criação do Estatuto do Idoso. Marco jurídico para a proteção da população idosa brasileira, considerando suas demandas, suas vulnerabilidades e, acima de tudo, seus direitos humanos, esta ferramenta representa um grande avanço da sociedade brasileira e precisa ser consolidada, dia após dia.
O processo de envelhecimento pelo qual passa a população brasileira nos conduz a fortalecer, com a máxima agilidade, as políticas públicas de proteção e promoção dos direitos da pessoa idosa. Conforme o IBGE, havia 14,5 milhões de pessoas com mais de 60 anos em 1999. Número que saltou para 23,5 milhões em 2011, respondendo por 12,1% da população. A projeção é de que esse contingente suba para 26 milhões, em 2020. Para efeitos de comparação, no mesmo período histórico, a quantidade de crianças com até quatro anos caiu de 16 para 14 milhões.
A questão do envelhecimento está presente em todas as sociedades e necessitam de medidas que assegurem os “direitos do idoso” ou a “proteção à velhice” que estão situados, principalmente, entre os direitos sociais. Constam dos Planos de Ação Internacionais para o Envelhecimento (ONU 1982/2002) objetivos que recomendam às autoridades dos diferentes países adotar medidas de apoio às pessoas idosas, tanto no campo jurídico como na implementação de políticas sociais, devendo ainda seguir as três linhas prioritárias que são: pessoas idosas e desenvolvimento; saúde e bem estar na velhice e entorno propício e favorável.
Diante desse cenário o Governo Federal busca dialogar com a sociedade por intermédio de colegiados paritários entre sociedade civil e governo, destacando-se o Conselho Nacional dos Direitos do Idoso e as Conferências de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, de caráter deliberativo, espaços esses onde são discutidas as demandas das pessoas idosas provenientes dos Estados, Distrito Federal e Municípios.

 
Joomla Slide Menu by DART Creations

Conteúdo Exclusivo

Seja um assinante e tenha acesso a este conteúdo! Ligue agora!(15) 3246-3700

Pesquisar no Site:

Você está conectado através do IP: 54.167.250.64